Jace parece determinado a deixar todos ao redor enfurecidos. O Caçador de Sombras já é visto com desconfiança, pois seu pai, Valentim, quer dominar o mundo. Além disso, triângulos amorosos surgem, vampiros renascem e angústias adolescentes florescem em seu grupo de amigos.











Autora: Cassandra Clare
Editora: Galera Record
Páginas: 406
Avaliação: 4.5/5

O livro  está mais cheio de reviravoltas e lutas do que o primeiro livro Cidade dos Ossos. Valentim está convocando um exército para lutar a seu favor, feito de demônios, e fazendo o Ritual da Conversão, uma espécie de feitiço para ficar mais forte onde precisa do sangue de cada uma das espécies do submundo, de preferência com 15 anos. Nossa querida Clary descobre novos poderes e ela tem um sonho onde sua mãe aparece e lhe dá algo (não vou falar o que, se não é spoiler xD). Não é com grande surpresa que, quando Clary acorda, aquilo que sua mãe lhe deu no sonho está agora com ela.  Jace está mais sarcástico do que nunca e fiquei irritada com certas pessoas, como a Inquisidora, pois todos acusam Jace de ter sido influenciado pelo pai. Jace também tem novos poderes, algo que a Inquisidora insinuou como se ele e Clary fossem uma espécie de experimentos de Valentim.
Simon está mais amadurecido neste livro e dei graças a Deus quando surgiu um novo personagem na história (bom, vai ser spoiler, então só vou dizer que é um lobisomem). Uma das partes mais emocionantes; (todas as páginas deste livro são, mas essa parte é especial) é a da Corte Seelie, onde a rainha fada coloca Clary e Jace em uma situação constrangedora. A única coisa que não gostei do livro foi o fato de ele ser menor que Cidade dos Ossos e consequentemente terei de esperar para ler o terceiro livro da série, Cidade de Vidro, só após seu lançamento em setembro (ou seria outubro?). Mas, se você ainda não leu o primeiro livro da série Os Instrumentos Mortais, saiba que a série é viciante.


Deixe um comentário

Seu comentário será sempre bem vindo!

Divulgação de blogs