Em A Irmã da Lua, quinto volume da série As Sete Irmãs, duas jovens separadas por um século têm suas vidas entrelaçadas numa emocionante história sobre fé, tradição, paixão e sobrevivência.
Entre as filhas adotivas de Pa Salt, Tiggy D’Aplièse é conhecida como a instintiva e sensível. Envolvida em sua carreira na proteção de animais selvagens, ela não sabe se está preparada para seguir as pistas de suas origens, deixadas pelo pai.
Ao aceitar um novo emprego nas belíssimas Terras Altas escocesas, Tiggy fica apaixonada pela remota propriedade, administrada pelo enigmático Charlie Kinnaird. O belo cirurgião cardíaco acabou de herdá-la e enfrenta problemas para reerguê-la e transformá-la em um santuário para as espécies nativas.
Em seu novo lar, Tiggy encontra o velho cigano Chilly, que altera totalmente seu destino. Ele conta que ela não só possui um sexto sentido, proveniente dos ancestrais, como há tempos foi previsto que ele a levaria até suas origens na Espanha, nas montanhas sagradas de Sacromonte, à sombra da magnífica Alhambra.
Escrito com a notável habilidade de Lucinda para entrelaçar enredos emocionantes e nos transportar para épocas e lugares distantes, A irmã da lua é uma brilhante continuação para a aclamada série das Sete Irmãs, e uma leitura saborosa e reveladora.
Autora: Lucinda Riley
Editora: Arqueiro
Páginas: 592
Classificação: 4/5 ♥
Formato da leitura: Físico

Quinto livro da série As Sete Irmãs, A Irmã da Lua narra a história de Taigeta, uma das seis meninas adotadas ainda bebês por Pa Salt e nomeadas de acordo com a constelação das Plêiades.

Tiggy é convidada a trabalhar com a vida selvagem na propriedade de Charlie, Kinnaird. Sua função é fazer com que os quatro gatos selvagens, ameaçados de extinção, procriem. Ela cria novos amigos na propriedade como Cal, com quem divide uma cabana, um veado branco, Pégaso, com quem sente uma ligação imediata e Chilly, um cigano que conheceu de perto sua familia.

No entanto, as condições não estão favoráveis: os gatos estão arredios, o clima está frio, Charlie parece estar sempre ocupado e um rico hóspede de Kinnaird, que parece estranhamente obcecado por Tiggy, pode colocar tudo a perder. Quando tudo parece desmoronar, Tiggy decide que está na hora de abrir uma porta para conhecer seu passado.

Na comunidade gitana em Sacramonte, aos pés de Granada, Tiggy irá conhecer suas origens, muito ligadas ao Flamenco, aos costumes e crenças. Sua avó, Lúcia, foi uma das maiores dançarinas de flamenco de seu tempo, e dançou por toda a América, enquando a Europa estava sendo destruída pela guerra e a Espanha estava sob domínio de General Franco.

*

Eu gostei muito da história da Tiggy, ela era uma das irmãs que eu mais estava curiosa para conhecer a história, visto que ela se estabeleceu na Escócia, uma terra de magia e belezas naturais. Entretanto, confesso não ter gostado tanto da história de sua avó Lúcia, que foi uma personagem que parecia o completo oposto da Tiggy, já que Lúcia tinha uma personalidade muito difícil.

Parece sempre assim com os livros desta série: ou eu gosto mais da história do presente, como nos casos de Ally e Tiggy, ou mais da história do passado, como nos livros de Star e Ceci, onde Flora e Kitty roubaram a cena.

Outro ponto que me fez amar este livro foi que uma das irmãs aparece novamente: Ally,  minha irmã favorita até o momento. O final do livro me deixou ansiosa para ler o próximo, pois sinto que as irmãs estão prestes a desvendar um grande segrego de Pa Salt!

Em suma, este livro fala como devemos aproveitar cada segundo de nossas vidas, pois nunca saberemos quando será o último, além de a valorizar as pessoas em nossas vidas, antes que elas tomem caminhos diferentes dos nossos. Recomendo a leitura dos livros da Lucinda Riley para leitores de todas as idades que queiram se emocionar!

"Sadie e Carter são importantes descendentes da Casa da Vida, uma sociedade secreta de magia estabelecida no Egito ainda no tempo dos faraós. Os irmãos sabem que sua herança ancestral lhes reserva um importante papel: seus poderes são fundamentais para a restauração do Maat, a ordem do universo. Mas, uma vez instalado, o Caos é imprevisível, incalculável e incontrolável, e agora que Apófis está livre os Kane têm somente três dias para evitar que a serpente destrua o planeta. Como se isso não bastasse, a sorte deles parece só piorar.

Os magos estão divididos. Alguns deuses egípcios estão enfraquecendo e, um a um, começam a desaparecer. Walt, um dos mais talentosos combatentes da Casa do Brooklyn, foi amaldiçoado, e sua energia vital está se esvaindo. Zia agora é responsável por Rá, o deus sol, que está completamente senil e não será de grande ajuda. Sadie e Carter, ao lado de alguns jovens magos e uns poucos aprendizes, são os únicos dispostos a enfrentar a serpente e salvar o mundo."
Autor: Rick Riordan
Editora: Intrínseca
Páginas: 352
Classificação: 4/5 ♥
Formato da leitura: Físico (Português)

Carter e Sadie, mais uma vez, precisam salvar o mundo. Desta vez, o inimigo parece ter todas as cartas. Apófis, a grande cobra, a personificação do Caos, parece não ter limites para seus poderes, agora que Rá está incapitado para combatê-lo.

No entanto, quando Apófis acaba por caçar e destruir volumes de um livro que o ameaça, os jovens acabam descobrindo que um grande mago no passado, acabou descobrindo um segredo dos deuses do Egito. Um segredo muito perigoso. E o livro e suas cópias continha este segredo.

Porém, quando Apófis consegue destruiur todos os volumes, parece que não há mais esperança. O fim do mundo será em poucos dias. O caos iria reinar absoluto. Mas uma luz surge no fim do túnel: o julgamento do mago, Setne, que conhecia o segredo dos deuses será em breve. Carter, Sadie e seus amigos precisam adiar o julgamento, para que o mago os conte os segredos que podem ajudá-los a derrotar o Caos.

No entando, Setne é ardiloso e manipulador. Ele convence os jovens a levá-los por uma jornada, e na primeira oportunidade, os traí. Com a ajuda dos deuses, Carter, Sadie, Zia e Walt conseguem escapar das diversas armadilhas de Setne e de Apófis. E juntos, acabam descobrindo o segredo para libertar o mundo da Sombra de Apófis.
"A sombra representava o legado de uma pessoa, o impacto dela no mundo. Algumas quase não projetavam qualquer sombra. Outras lançavam sombras longas e profundas, que persistiam durante séculos." p.315.
Mais uma vez, Rick Riordan elaborou uma trama envolvente, repleta de aventura, mistério e romance; usando como pano de fundo vários mitos e deuses da mitologia egípcia! Confesso que não aguento mais ler o cliché sobre triângulos amorosos, pois parece sempre mais do mesmo, mas Riordan conseguiu inovar e dar um ótimo desfecho ao cliché, se tornando um dos meus favoritos!

Me arrependo de ter demorado tanto a ler a conclusão da trilogia, pois já havia me esquecido de vários detalhes importantes do segundo livro, mas isso não me impediu de me divertir e amar este último livro. Em suma, a trilogia é engraçada, envolvente e repleta de aventura! Com certeza a recomendo para todos!

Echo North
O mundo seguro e cuidadosamente construído de Echo North se desintegra quando seu pai deixa a cidade e desaparece misteriosamente. Acreditando que ele está perdido para sempre, Echo fica chocada ao encontrá-lo, parcialmente congelado na floresta de inverno, seis meses depois, guardado por um estranho lobo falante — a mesma criatura que a atacou como criança. O lobo apresenta a  Echo uma oferta: para ela vir e viver com ele por um ano. Mas há mais do que Echo imagina.
Em sua casa encantada abaixo da montanha, Echo descobre segredos centenários, uma biblioteca mágica repleta de livros que se transformaram em espelhos, e um jovem chamado Hal que está preso neles. Conforme o ano passa, Echo precisa resolver o mistério do encantamento do lobo antes que seu tempo acabe — se não, Echo, o lobo e Hal se perderão para sempre.
15 de janeiro (Page Street Kids)

Os Lobos Dourados
Passando em um mundo sombriamente glamoroso, Os Lobos Dourados é cheio de mistério, decadência e perigosa, mas emocionante aventura.
Paris, 1889: O mundo está no auge da indústria e poder, e a  Exposition Universelle veio à nova vida nas ruas e dragada em antigos segredos. Nesta cidade, ninguém mantém o controle sobre os segredos melhor do que do que o caçador de tesouros e rico hoteleiro, Séverin Montagnet-Alarie. Mas quanto a toda-poderosa sociedade, a Ordem de Babel, o procura por ajuda, é oferecido a Séverin um tesouro que ele nunca imaginou: sua verdadeira herança.
Para encontrar o antigo artefato que a Ordem busca, Séverin irá precisar da ajuda de um bando de especialistas: Um engenheiro com um débito a pagar. Um historiador que ainda não pode ir para casa. Uma dançarina com um passado sinistro. E um irmão em tudo menos em sangue, que pode se importar de mais.
Juntos, eles terão de usar sua destreza e conhecimento para caçar o artefato através do escuro e cintilante coração de Paris. O que eles encontrarem pode mudar o mundo, mas apenas se eles conseguirem sobreviver.
15 de janeiro (Wednesday Books)


Tudo é Justo
Quando Lady Mina Tretheway recebe um telegrama no internato, ela não deseja lê-lo. Em 1918, com a guerra violenta, ela teme telegramas, sabendo que eles nunca trazem boas notícias.
A princípio ela não entende a mensagem criptografada. Então ela percebe que a mensagem está escrita em código, que a guia até sua casa em Hallington Manor. Quando Lorde Andrew Graham aparece com um jovem e lindo americano, Lucas Mueller, Mina entende que os dois precisam trabalhar juntos em um perigoso projeto para o esforço da guerra.
Pensando que Mina é apenas uma aristocrata mimada, Lucas tenta completar o projeto sozinho, temendo que a inexperiência os delate. Mas quando o projeto dá muito errado, Mina e Lucas são colocados juntos para completar a missão antes que mais soldados  desapareçam na escuridão da guerra.
22 de janeiro (Swoon Reads)

Enchantée
Paris em 1789 é um labirinto de ruas torcidas, repleta de pedintes, ladrões, revolucionarios — e mágicos...
Quando a varíola mate seus pais, Camille Durbonne precisa encontrar uma forma de prover para sua frágil e inocênte irmã enquanto administra seu irmão volátil. Dependendo de magia trivial — la magie ordinaire — Camille cuidadosamente transforma pedaços de metal em dinheiro para comprar a comida e o remédio que precisam. Mas quando as moedas não seguram seu formatam e seu irmão desaparece com as economias da familia, Camille precisa perseguir uma marca mais rica e perigosa: a corte cintilante de Louis XVI e Marie Antoinette.
Com a magia negra proibida por sua mãe, Camille se transforma na  ‘Baroness de la Fontaine’ e é sugada para uma vida no Palácio de Versailles, onde aristocratas tanto temem quanto anseiam por la magie. Lá, ela aposta em cartas, desesperada para ter o suficiente para manter a si e sua irmã seguras. No entanto, quanto mais ela permanece na corte, mais diícil é reconcialr seu ressentimento com os nobres com os encantos de Versailles. E quando ela retorna a Paris, Camille encontra um lindo jovem balonista — que a desafia a ter esperança de que o amor e a liberdade sejam ambos possíveis.
Mas la magie tem seu custo. E quando Camille perde o controle de seus segredos, o jogo que ela está jogando se torna mortal. Então a revoliução irrompe, e ela precisa escolher —amor ou lealdade, democracia ou aristocracia, liberdade ou magia — antes que Paris queime…
5 de fevereiro (Macmillan)

O Tigre a Meia-Noite
Esha é uma lenda, mas ninguém sabe. É apenas nas sombras que ela brilha sob a luz da lua como a Víbora, a assassina altamente treinada dos rebeldes. Ela devotou sua vida vingando o que ela perdeu no golpe real, e agora foi encarregada de sua mais importante missão até o momento: derrubar o cruel General Hotha.
Kunal tem sido um soldade desde a infância, treinando dia e noite para defender o poder do Rei Vardaan. Seu tio, o general, se assegurou que Kunal nunca se desvie do caminho — mesmo quando parte de Kunal deseje se juntar ao mundo lá fora, que está se tornando cada vez mais volátil.
Então os caminhos de Esha e Kunal se encontram—e uma imaginável cadeia de eventos se segue. Tanto a Víbora quanto o soldado pensam que eles estão dando as cartas, mas eles não são os únicos jogadores movendo as peças. Conforme os laços que mantêm sua terra em ordem quebram e os pecados do passado encontram a promessa de um novo futuro, tanto a rebelde e o soldado precisam fazer escolhar imperdoáveis.
Com inspiração de história indiana antiga e mitologia Hindu, o primeiro livro na trilogia de fantasia de estreia de Swati Teerdhala cativa com um romance elétrico, ação fantástica e os ferozes laços que mantêm as pessoas juntas — e que as afastam.

23 de abril (Katherine Tegen Books)

Romanov
Os livros de história dizem que eu morri.
Eles não sabem a metade disso.

Anastasia “Nastya” Romanov recebeu uma simples missão: contrabandear um feitiço em sua mala em seu caminho de exilio na  Sibéria. Isso pode ser a única salvaçaõ de sua família. Mas o líder do exército Bolshevik está atrás deles... e ele já caçou os Romanov antes.
A única chance de sobrevivência de Nastya são de ou liberar o feitiço, e lidar com as consequências, ou enlist help de Zash, o belo soldado que não age como um Bolshevik comum. Nastya nunca esteve envolvida em magia antes, mas isso não a assusta tanto quanto sua crescente atração por Zash. Ela gosta dele. Ela pensa que ele pode até mesmo gostar dela...
Isto é, até que ela esteja em um lado do pelotão de fuzilamento... e ele no outro.
7 de maio (Thomas Nelson)

Qual destes lançamentos mais lhe chamou a atenção? Confesso que All is Fair, Enchantée, ambos históricos, já entraram para a minha lista de desejados, além de Echo North, que parece uma releitura de A Bela e a Fera, um dos meus contos de fadas favorito!

Feliz 2019! Neste início de ano, estabeleci algumas metas pessoais. Ano passado eu tive um pouco de dificuldade em cumprir minhas metas literárias, portanto, este ano minha meta não será tão rígida.

Quero assistir a 3 séries (inteiras), assistir a 45 novos filmes e ir mais ao cinema (a Disney está dando uma forcinha nesse item. Quantos lançamentos imperdíveis!). Pretendo ler 35 novos livros, fazer algumas releituras, ler clássicos e investir em leituras em Inglês e em Francês para treinar meu idioma.

Quero ler 5 livros em específico: Beren e Lúthien, Guerra e Paz, Gone with the Wind, Little Women e A Libélula no Âmbar. Além disso quero, apenas por diversão, tentar cumprir os requisitos do desafio literário de 2019 do POPSUGAR.

1 - Um livro que se torna um filme em 2019
2- Um livro que te fez nostalgico
3- um livro que você acha que deveria se tornar um filme
4- um livro com pelo menos um milhão de avaliações no Goodreads
5- Um livro com uma planta no título ou capa
6- Uma releitura de um livro favorito
7- Um livro que você queria ter lido em 2018: The Nightingale
8- Um livro inspirado por mitologia, lenda ou folclore: A Sombra da Serpente
9- Um livro publicado de forma póstuma
10- Um livro que você viu alguém lendo na TV ou filme
11- Releitura de um clássico
12- Um livro que se passa em uma faculdade/universidade
13- Um livro sobre alguém com super poderes
14- Um livro com múltiplos pontos de vista
15- Um livro que se passa no espaço
16- Um livro escrito por duas mulheres
17- Um livro que tenha no título "salty, sweet, bitter or spicy"
18- Um livro que se passa em um único dia
19- A debut novel
20- Um livro lançado em 2019
21- Um livro que tenha uma criatura extinta ou imaginária
22- Um livro recomendado por uma celebridade que você admira
23- Um livro com "amor" no título
24- Um livro sobre uma família: A Irmã da Lua
25- Um livro escrito por um autor da Asia, Africa ou America do Sul: Romance em San Marino
26- Um livro que tenha um casamento
27- Um livro escrito por um autor que o nome e sobrenome se iniciem com a mesma letra
28- Uma história de fantasma
29- Sua proposta favorita dos anos anteriores

Minhas metas para este ano foram tentar assistir a 60 filmes e ler 50 livros, dentre os quais 20 em Inglês, 2 cristãos, 5 nacionais e 10 clássicos. Outra meta era de reler a Bíblia. Além, eu também tinha a meta de participar, pelo 3º ano consecutivo, do desafio literário de 2018 do POPSUGAR, que tem desafios de leitura em diferentes categorias.

Em 2018 li bem menos do que o previsto, visto que comecei a trabalhar e voltei para a universidade. Foi difícil conciliar as leituras com o tempo livre limitado. Consegui ler 42 livros, sendo: 5 livros cristãos, 6 livros clássicos, 8 nacionais e 7 em Inglês. Da Bíblia, reli apenas os livros de Rute, Josúe e Juízes. Felizmente consegui supercar a meta de filmes: assisti 62 novos filmes!
Abaixo as estatistícas e o Ranking das melhores leituras, filmes e autores que conheci este ano!


Melhores Livros do Ano
Autores que Descobri em 2018
Por conta da faculdade de Relações Internacionais, acabei descobrindo novos autores clássicos, principlamente relacionados a política:
Platão (A República), Sófocles (Antígona), Thomas Moore (Utopia), Maquiavel (O Príncipe), Thomas Robbs (O Leviatã) e John Locke (Segundo Tratado Sobre o Governo).
Apesar de não ter concluído (ainda) a leitura do livro, meu favorito foi A República, por conta de sua visão idealista a respeito da justiça e da sociedade. Pretendo continuar este livro em 2019.


Melhores Filmes que Assisti em 2018
Jurassic World: Mundo em Extinção - O melhor filme do ano! Emocionante, replete de ação, aventura, e muita reflexão a respeito da ação humana na natureza!

Sociedade Literária e a Torta de Casca de Batata - Livros permeiam esta linda história de amor, bondade e sacrifício em meio a guerra!

Brooklyn - Um filme tocante que relata a vida difícil dos imigrantes da Irlanda para os Estados Unidos.

Aquaman - Um filme cheio de ação, aventura e romance, além de referências à Julio Verne e a cidade perdida de Atlántida.

The Amazing Spider Man 2 - Confesso que prefiro os herois da DC do que da Marvel, mas Peter Parker é uma exceção!

Equals - Uma distopia de uma sociedade do futuro que considera o amor uma doença. Mas há aqueles que escolhem amar mesmo com a ameaça do governo!

Para Todos os Garotos que já Amei - Adaptação literária que foi praticamente fiel ao livro, e trouxe fofura e romance juvenil aos que ainda não conheciam o livro!

Melhores Séries
Poldark - série de época que se passa na Cornualha e segue a vida de Ross Poldark, um homem que não mede esforços para viver segundo suas convições e valores, que entram em conflito com a sociedade vã e injusta da época.

La Catedral del Mar - Segue a vida de Arnau Estanyol, que passou por muitas provações como um servo no século XIV, e que participou da construção da chamada Catedral do Povo, pois foi erguida por pessoas comuns, e não a mando de reis.

Tiempos de Guerra - Segue a vida de enfermeiras espanholas que foram enviadas para a Guerra no Marrocos, e acabam descobrindo o amor e suas vocações.

Abaixo meu desempenho no desafio literário de 2018 do POPSUGAR.

O próximo livro de uma série já iniciada: A Ascensão dos Nove
Que se passa em um país que te fascina: Between Shades of Gray
3 Que também seja uma peça ou musical: Antígona
Emprestado ou que lhe foi presenteado: Marcadas pela Diferença
5 Com sua cor favorita no título: Dália Azul
Sobre viagem no tempo: A Viajante do Tempo
7 Que se passa em outro planeta: Herdeiro do Jedi
8 Com personagens gêmeos: A Irmã da Pérola
9 Clássico infantil que você nunca tenha lido: Anne of Green Gables
10 Publicado em 2018: A Court of Frost And Starlight
11 Que se passa na década que você nasceu: Lembranças
12 Com capa feia: O Rei Lear
13 Que envolva uma biblioteca ou livraria: O Sétimo Unicórnio
14 Proposta favorita dos anos anteriores - Um livro da biblioteca: O Perfume da Folha de Chá
15 Sobre morte ou luto: Nada Mais a Perder

Todo ávido leitor não poderia deixar de perceber indicações de livros em filmes e séries. Hoje falarei de duas séries que gosto e citarei os livros que percebi nelas: Gossip Girl e Gilmore Girls!

Após passar um ano estudando fora por motivos misteriosos, Serena van der Woodsen (Blake Lively) está de volta em Nova York. Seu retorno agita o Upper East Side, onde vivem os jovens mais privilegiados da cidade, como a sua melhor amiga, Blair Waldorf (Leighton Meester), o namorado de Blair, Nate Archibald (Chace Crawford), e ainda Chuck Bass (Ed Westwick). Enquanto lida com os problemas com a mãe, Lily van der Woodsen (Kelly Rutherford), e o irmão, Eric (Connor Paolo), Serena irá começar um relacionamento com Dan Humphrey (Penn Badgley), um garoto de um mundo completamente diferente.
Direção: Josh Schwartz e Stephanie Savage.
Gênero: Comédia, Drama.
Temporadas: 6.

Gossip Girl é uma série divertida que se passa em Nova York e que foi baseada nos livros da escritora Cecily von Ziegesar. Eu comecei recentemente a sexta temporada, ainda estou no primeiro episódio, mas espero concluir a série ainda este ano. Abaixo estão algumas indicações literárias:

The Beautiful and Damned - Scott Fitzgerald. O livro que Serena considera seu favorito!
Idade da Inocência - A escola decide fazer uma peça baseada neste clássico.
Gigi - Collete. Lido por Blair em Paris.
Biografia de Grace Kelly. Lido por Blair quando ela namorava o príncipe de Mônaco, Louis Grimaldi.
The Stranger - Albert Camus. Livro que Louis devolve a Dan com um cartão de agradecimento.
Extras: Livros fictícios.
Inside - Dan Humphrey. Primeiro livro publicado pelo personagem na série.
Monarch of Manhattam - Dan Humphrey. Segundo livro que o personagem escreve.

Lorelai Gilmore (Lauren Graham) tem uma relação tão amigável com sua filha, Rory (Alexis Bladel), que muitas vezes elas são confundidas como irmãs. Entre o relacionamento de Lorelai com seus pais, a nova escola preparatória de Rory, e os romances nas vidas das duas, há muito drama e muita diversão acontecendo.
Direção: Amy Sherman-Palladino.
Gênero: Comédia, Drama, Família.
Temporadas: 7.

Por outro lado, Gilmore Girls é uma série recheada de indicações literárias a cada episódio, pois a personagem principal, Rory Gilmore, é apaixonada pela literatura! Confesso que ainda não peguei muitas dicas, pois estou no início da série, mas ela é recheada de indicações a cada temporada. Abaixo as indicações dos primeiros episódios.

Huckbery Finn - Mark Twain. - Livro que os estudantes precisam escrever uma redação sobre.
Moby Dick - Melville. Lido por Rory quando Dean a viu.
Madame Bovary - Gustave Flaubert. Lido por Rory na semana anterior a que Dean falou com ela.

Os livros citados no 1o dia de aula na Chilton:
Pequena Dorrit; Um Conto de Duas Cidades; David Copperfield;
Grandes Esperanças e Um Conto de Natal por Charles Dickens.
Anna Karenina e Guerra e Paz por Leo Tolstoy.

Você conhece alguma outra série que também tenha várias indicações literárias? Não deixe de comentar!

Este ano, em maio, viajei com minha família para mais um país da América do Sul: Chile. Ficamos sete dias hospedados no hotel El Bosque San Sebastian, no bairro Las Condes, perto do Costanera Center e Mall. Esse hotel foi maravilhoso, o café da manhã é bem variado, indico muito!
Compartilho abaixo meu roteiro com dicas de locais e restaurantes, bons ou nem tanto, caso você também queira conhecer Santiago.

Dia 1 - Terça - Costanera Mall.

O shopping é enorme! Vários andares, ocupa um quarteirão inteiro. É recheado de lojas interessantes e a praça de alimentação é repleta de opções para os mais variados gostos, desde restaurante de frutos do mar até fast-food de comida oriental.

Dicas: Mercado Jumbo. Nele é possível encontrar de tudo um pouco: vinhos, água mineral, lanches e comidas típicas a um preço em conta. Lá encontrei até mesmo washi tapes (fitas adesivas decorativas) e levei duas pelo preço de uma no Brasil!

Livrarias: Contrapunto e Antartica. (Para visitar, apenas. Os preços são absurdos comparados aos do Brasil! O livro mais barato que encontrei estava R$55,00, uma edição de bolso e simples de um clássico.)

Casa e Ideas. cama, mesa e banho, decoração, vestuário e papelaria!

Starbucks. O Shopping possui duas unidades da franquia!

Jantei rolinhos primavera na praça de alimentação. Como eu não falo bem Espanhol, passei por alguns momentos constrangedores na hora de pedir a comida, já que as atendentes não entendiam nem Português nem Inglês...

Dia 2 - Quarta - La Moneda/Catedral/Museu/Mercado Central; de Flores e Frutas.

Pegamos um Uber até La Moneda, onde presenciamos a Troca da Guarda, que acontece sempre em dias ímpares. É uma cerimônia linda, com cavalos, banda e militares fazendo um show para as pessoas reunidas na praça.

Depois visitamos a grande catedral na Plaza das Armas, construída no século XVI. Sempre admiro estas grandes construções e sua belíssima arquitetura. Algumas áreas estavam em reformas, mas em nada diminuíam a beleza do lugar.

Na mesma Plaza das Armas, entramos no Museu Histórico Nacional, onde cada cômodo foi dedicado a um período da história, desde o passado, com os índios, até o atual. O cômodo que mais gostei foi o dedicado as grandes navegações, quando se deu o descobrimento da América por Colombo, patrocinado pelo reino de Castela e Leon.

Depois do Museu fomos ao Mercado Central, onde almoçamos em uma cantina, Empório Zunino e minha família experimentou as famosas empanadas chilenas (eu comi mini-pizza). Depois passamos rapidamente no Mercado das Frutas (frutas deliciosas!) e a seu lado, o de Flores.

Voltamos ao La Moneda, pois havíamos marcado com antecedência a visita guiada para as 15h. Foi o grande perrengue da viagem: Primeiro nos informaram que nossa visita havia sido adiada p/ as 16h, depois não nos deixaram entrar, dizendo que haviam nos enviado um e-mail adiando a visita para o dia seguinte. Acessei meu e-mail no local e não encontrei tal informação.
Mesmo mostrando a eles a confirmação da nossa visita para aquele dia e a falta do e-mail que eles afirmaram ter nos enviado, não nos deixaram entrar. Perdemos cerca 3 horas do nosso roteiro esperando entrar no local. Fique atento para o mesmo não acontecer com você.

Jantamos no La Picolla Italia, um restaurante italiano com diversas opções de massas e carnes a um preço justo. Pedimos frango empanado, arroz e macarrao com dois molhos, um prato que serve duas pessoas tranquilamente.

Dia 3 - Quinta - Cerro San Cristobal e Zoo/Cerro Santa Lucia/Jantar Ocean

Pegamos o metrô pela primeira vez! É um meio de transporte rápido e fácil de utilizar. Fomos da estação Tobalada até a Republica. Saindo da estação, anda-se cerca de 5 avenidas até chegar ao pé do Cerro San Cristobal. Lá, pega-se o Funicular, um trenzinho, para ir até o topo do Cerro.
No caminho ele faz uma parada no Zoológico. Eu gostei muito do zoo: Encontrei tigres, lêmures, suricatos, o panda-vermelho, lhamas...

Depois prosseguimos para o Cerro, onde comemos empanadas e experimentamos uma bebida típica da região: Mote com Huesillos. Feito com calda de pêssego, grãos de trigo e pêssego em conserva. (tirando os grãos de trigo, que não combinam em nada, é uma bebida refrescante e gostosa.)

Seguimos p/ o topo do Cerro, onde se tem uma vista maravilhosa de Santiago, apesar da neblina constante. Descemos de teleférico e decidimos fazer outro passeio: Cerro Santa Lúcia. Depois nos arrependemos de termos feito os dois passeios no mesmo dia, pois apesar serem lindos, são muito cansativos.

O Cerro Santa Lucia possui muitas, muitas escadas! Uma construção linda no meio da cidade, o Cerro contém arquitetura grego-romana, fontes, estátuas, bancos para as pessoas descansarem e um mirante.

Do Mirante é possível ter uma vista privilegiada da cidade, apesar da neblina. Perto do Cerro Santa Lucia está a Biblioteca Nacional, o Museu de Bellas Artes e a feirinha de Santa Lucia.

Na feirinha é possível encontrar artesanato local, e é ideal para comprar lembrancinhas para si e para seus amigos.

Eu comprei um caderno artesanal e um penal, pois queria levar itens de papelaria, mas lá também se pode encontrar luvas, toucas, mantas, roupas, bolsas, canecas, chaveiros, bijuterias... O que você desejar para presentear a alguém!

Depois decidimos jantar no restaurante Ocean. Pegamos o metro e depois seguimos a pé até o local, que possui, desde o exterior, decoração náutica!
A comida estava boa, minha família pediu polvo, peixe recheado com centolla, e eu pedi frango grelhado, mas o destaque ficou para o suco de framboesa, uma delícia! Aqui o preço foi um pouco mais salgado, mas valeu pela experiência e sabor.

As mesas são decoradas com conchas, cada cômodo é decorado com cordas, timão, sereias, escotilhas e há diversas frases sobre o mar e marinheiros nas paredes!

Dia 4 - Sexta - Farellones
O primeiro dia que vimos neve! Como ainda não era alta temporada, tivemos a chance de explorar o parque! É incrível como, apesar de o dia estar com - 6ºC, o sol reflete na neve e logo nos dá a sensação de calor.

Para ir até Farellones, é preciso subir de carro 60 curvas fechadas! Fomos com a Agência 321 Chile. Se eu fiquei com medo e enjoada no percurso sem neve, imagine só ter que subir no inverno com correntes nos pneus! Vários acidentes já ocorreram ali.

Fomos jantar no Don Gaviota. Queríamos experimentar a centolla, o famoso caranguejo gigante. Vimos o anúncio no site, mas quando chegamos no restaurante fomos informados que não havia aquele prato no momento.
Pedimos então salmão, escondidinho de Centolla, purê de batatas, batatas assadas e frango grelhado, além de suco de framboesa e chirimoia (uma fruta típica do Chile).

Em minha opinião, o frango estava melhor do que o do restaurante Ocean, mais suculento. O purê de batatas também estava delicioso. O preço foi um meio termo entre o Ocean e o La Picolla.

Fomos e voltamos de Uber. Não achamos a localização do restaurante muito segura para andar a pé, principalmente durante a noite. Em suma, não é uma localização muito turística, quase ninguém fala Português ou Inglês.

Dia 5 - Sábado - Embalse el Yeso e Jantar Peruano (Ají Seco Mistico)


Outro passeio feito com a 321 Chile! Achei o local mágico e inspirador! O contraste das montanhas nevadas com o lago da represa, de um azul claro e espelhado, é magnífico!

A neve estava mais presente na paisagem e no solo, onde me arrisquei a fazer um anjo de neve, e fizemos um piquenique no meio daquele cenário branquinho! Foi um dos passeios mais bonitos e marcantes da viagem.


Mais tarde, jantamos no centro, perto do Museu de Bellas Artes, no que se tornou o melhor restaurante da viagem: Ají Seco Mistico. O restaurante peruano serve porções fartas, deliciosas e o atendimento é excelente! Eu pedi frango, minha família pediu camarão e risoto, além de suco de morango e framboesa. O preço foi justo e valeu a pena pela comida excelente.




Dia 6 - Domingo - Vinicola Emiliana/Valparaiso e Vina del Mar.


Nosso terceiro e último passeio com a 321 Chile. Paramos na vinícola Emiliana, famosa por ser orgânica! Não são usados pesticidas, há galinhas soltas pela propriedade, que ciscam o solo, matando as pragas, de forma totalmente natural.

Seguimos para Valparaíso, que não me deu uma impressão muito boa de início. A cidade é considerada patrimônio da Unesco, mas vi tantas pichações e prédios depredados, caindo aos pedaços. Somente uma pequena parte dos prédios possui os lindos e famosos grafites. Na foto, uma escola com arte inspirada pelo autor Pablo Neruda.


Encontrei uma confeitaria francesa e não pude deixar de comprar um macaron... de framboesa! (percebam que essa fruta é famosa no Chile!)

Almoçamos no Oda Pacifico. Infelizmente a comida decepcionou. Meu prato de macarrão tailandês com frango tinha um gosto muito forte de cilantro. Os mexilhões pareciam com areia. Mas o suco (de framboesa!) estava excelente. E o preço também foi salgado.



Depois seguimos para Vina del Mar. No caminho passamos por uma universidade linda, no topo de uma elevação. Ela é informalmente chamada de Universidade de Hogwarts, por conta da sua arquitetura, a Universidade Técnica Federico Santa María. Em Vina paramos no relógio de flores e em uma praia para admirar o Oceano Pacífico.

Por termos parado na vinícola Emiliana no início do trajeto, não deu tempo de entrar no Museu Fonck, repleto de história e arqueologia. (Para minha tristeza, sou completamente apaixonada por arqueologia. Da próxima vez, farei uma viagem só focada nos museus!)

Jantamos no Costanera Mall. Pedimos uma pizza tamanho família no Pizza Hut, e no combo acompanhava suco de laranja, bolinhas de frango e palitinhos de queijo. Tudo estava delicioso!


Dia 7 - Segunda - Parque Bicentenário

Nosso último dia em Santiago. Queria ter ido no Museu Nacional de História Natural do Chile, no parque Quinta Normal, mas infelizmente ele não abre na segunda-feira. (Outro arrependimento. No museu há uma múmia inca e ossos de dinossauros!)
Fomos de Uber até o parque. Achamos ele maravilhoso! Repleto de bancos, é fresco, pacífico, com flores lindas e passarinhos, lagos com peixes e aves aquáticas. Queria que tivesse parques assim em Santa Catarina!

Jantamos novamente no Costanera Mall. Eu Pedi um Chicken Big King no Burger King e minha familia jantou no restaurante Costamia, a ambientação do restaurante conta com vários  aquários lindos com peixes exóticos.

Esse foi o nosso roteiro. Espero ter ajudado com dicas de locais e restaurantes, no caso de você ainda não conhecer Santiago. E se você já conhece, foi nestes locais? Ou conheceu outros? Venha conversar nos comentários!

Divulgação de blogs