"Sabes que nunca me apaixonei, maman, mas se porventura o tivesse feito, seria por alguém como ele?"
Cécile Lavigne perdeu todos os que amava e agora está sozinha no mundo. Ela, uma franco-portuguesa que ainda não completou vinte anos, está sendo trazida ao Brasil pelo único parente que lhe restou, o ambicioso tio Euzébio, para casar-se com o mais poderoso dono de terras de Minas Gerais, homem por quem Cécile sente profundo desprezo. Após desembarcar no Rio de Janeiro, Cécile ainda precisará fazer mais uma difícil viagem. O trajeto até Minas Gerais lhe reserva provações e surpresas que ela jamais imaginaria. O explorador Fernão, contratado por seu futuro marido para guiá-la na jornada, despertará nela sentimentos contraditórios de repulsa e de desejo. Antes de enfim consolidar o temido casamento, Cécile descobrirá todos os encantos e perigos que existem nessa nova terra, assim como os que habitam o coração de todos nós. Com o passar dos dias, crescerá dentro dela a coragem para confrontar todas as imposições da sociedade e também o seu próprio destino."

Autora: Marina Carvalho
Editora: GloboAlt
Páginas: 328
Classificação: 4/5 ♥
Formato da leitura: Físico

Na época do Brasil colonial, Cécile vai morar com o tio no Brasil após perder sua família em um acidente. No entanto, ao invés de encontrar compreensão, seu tio a obriga a se casar com Euclides, um dono de terras rico. A jovem tenta evitar a decisão, mas para o tio é inconcebível uma jovem de sua idade não se casar, ainda mais porque o casamento será vantajoso para ele.

Cécile então deixa o Rio de Janeiro para viajar até Minas Gerais, acompanhada por uma comitiva liderada pelo explorador Fernão. Na época, a viagem durava em torno de duas semanas. Já na viagem a jovem percebe a diferença entre o Brasil e sua amada França. Ali, há escravos e índios. No intimo de seu coração, ela deseja lutar contra as humilhações direcionadas a eles. Afinal, porque a cor de suas peles os tornava menos dignos?

No percurso, ela se apaixona lentamente por Fernão, e é correspondida, mas nenhum dos dois poderá dar vazão aos seus sentimentos, já que ela está prometida a outro homem.

"Eu te prometo o que quiseres, mi iyaafin, minhas terras, meu ouro, a França, o mundo. Basta que abras os olhos e sorrias, e tudo o que tenho será teu, inclusive meu coração."

Em Minas Gerais, algumas semanas antes da cerimônia, Cécile finalmente conhece o noivo, Euclides, e o primeiro encontro a deixa certa sobre o tipo de homem que ele é. Intolerante, rígido e extremamente religioso. Porém, usa a religião como desculpa para seus atos pecaminosos.

"Ele provavelmente fica escandalizado a cada vez que tu usas o nome d'Ele para justificar tuas ações escabrosas. E, não duvides, quem se vangloria com tuas vitórias é o diabo, não Deus."

A jovem fica dividida entre seu amor por Fernão e o destino terrível que lhe aguarda se casar com Euclides. Ela não consegue assistir impassível ao tratamento dado aos escravos, e muito menos permanecer calada frente a situações imorais.

No entanto, a cada vez que a jovem tenta argumentar, Euclides lhe reprime e lhe humilha de formas degradantes. Será que Cécile conseguirá viver plenamente em terras brasileiras ou seu destino estará traçado para a desgraça e infelicidade?

Eu me apaixonei por esta estória! Um romance histórico situado no Brasil, mostrando tanto a beleza como o sofrimento da nossa terra. A escrita de Marina é fluída e é perceptível seu cuidado ao pesquisar e mostrar a história do Brasil no período colonial.

Os personagens são cativantes, e é perceptível o amadurecimento de Cécile durante a trama. Os personagens negros e índios sofrem tamanhas injustiças que é impossível ao leitor não ficar indignado, porém sabemos que naquela época tal tratamento era normal e socialmente aceito.

Recomendo a leitura para todos que desejem se emocionar com uma estória de amor tendo como pano de fundo o Brasil, citando nossas raízes culturais.

6 Comentários

  1. Oi,

    já li esse livro e adorei! Apesar de preferir romances de época mais divertidos, eu gostei que O Amor nos Tempos de Ouro nos fazem conhecer melhor o Brasil da época!

    Beijos!
    Participe do sorteio e concorra ao livro O Menino Que Desenhava Monstros
    http://www.mademoisellelovesbooks.com/

    ResponderExcluir
  2. Eu quero muito ler esse livro!!
    Amo romances de época e um deles se passando aqui no Brasil deve ter um gostinho especial haha
    Também gosto muito da escrita da Marina <3
    Amei tua resenha

    Beijos
    www.colecionandoprimaveras.com.br

    ResponderExcluir
  3. Que livro mais lindo! Tanto o conteúdo quando fisicamente. Adorei escrita da Marina nesse romance histórico, amei embarcar numa jornada cultural tão rica, triste e bonita. E a sua resenha? Maravilhosa! Me representa rs

    beijos

    Leitoras Inquietas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente é um livro lindo *-* Espero que mais autores nacionais decidam escrever romances históricos...
      Abraços!

      Excluir
  4. Comprei esse livro quando conheci a Marina Carvalho, mas até hoje não li por falta de tempo. Adorei saber que nossa cultura está presente no livro. Sua resenha ficou ótima, me animou mais ainda para ler.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico feliz que através da minha resenha você se sentiu animada para ler... Aposto que você irá amar este romance histórico *-*
      Abraços!

      Excluir

Seu comentário será sempre bem vindo!

Divulgação de blogs